sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Acabou o "mês das missões"... acabou a missão?


Carlos del Pino
Agosto/2017

Foi no dia 12 de agosto de 1859 que desembarcou no Rio de Janeiro o missionário norte-americano Rev. Ashbel Green Simonton, fundador da Igreja Presbiteriana do Brasil. É por isso que em agosto comemoramos o “mês das missões”. Cada ano nesse mês grande parte das nossas igrejas dedicam tempo e atividades ao trabalho missionário presbiteriano dentro e fora do Brasil: são inúmeras conferências missionárias, bandeiras de vários países do mundo, comidas exóticas e roupas típicas de diversos lugares, levantamento de ofertas especiais... Para os missionários que estão visitando o Brasil é, sem dúvida, um mês de muitas viagens, programações e atividades! Mas agosto está acabando, faltam poucos dias para setembro, a vida eclesiástica pouco a pouco volta ao normal... Mas não nos preocupemos: em agosto do próximo ano voltaremos às missões!! Será que, ao acabar agosto, acaba-se também a missão?

Como todos já sabemos, a missão é muito mais do que um mês! E para expressar melhor isso, gostaria de lembrar-nos de alguns elementos que fundamentalmente definem os contornos da missão e orientam as nossas práticas missionárias:

1. A missão é sempre uma obra de Deus: pensar que somos os donos da missão ou que podemos estabelecer suas prioridades e estratégias é uma das nossas maiores equivocações missionárias. Na verdade, o maior interessado pela salvação humana é o próprio Deus, quem estabeleceu os procedimentos redentores eternos e agiu consistentemente na história ao enviar a Cristo como Salvador. Dessa forma, o conceito de missão se localiza e se centraliza primordialmente na pessoa e na obra de Deus;

2. A missão é sempre aprendida nas Escrituras Sagradas: sendo uma obra de Deus, somente podemos compreender a profundidade da missão se insistentemente vamos à Bíblia. É por meio da palavra de Deus que podemos compreender o que significa a missão, bem como a sua extensão e implicações para a nossa vida, família, igreja e sociedade. Isso nos leva a uma aproximação da Bíblia (leitura, interpretação e vivência) que busca ver as distintas dimensões da missão na vida e na obra de Deus de forma a contribuir para que se estabeleçam e cresçam conceitos e práticas missionárias adequadamente derivadas do Deus missionário;

3. A missão é sempre realizada por todos os crentes: é tarefa de todos os que cremos em Cristo, de toda a igreja: ao pertencer a Cristo, a igreja se torna missionária! Isso tem a ver com a vocação dada por Deus à igreja e à cada crente. Todos somos igualmente chamados e vocacionados ao ministério de glorificar a Deus e servi-lo com todo o potencial de vida que ele nos dá, com os nossos dons, talentos e recursos. Sendo a vocação cristã reflexo da ação redentora de Cristo, todos os salvos e santos ouvem a voz e o chamado de Deus para seu serviço e missão. Este é o núcleo da vocação missionária da igreja!

4. A missão é sempre destinada a todos os seres humanos e ao ser humano todo: a missão se preocupa em levar o evangelho de Jesus Cristo a todos os seres humanos e a cada dimensão de sua vida e sociedade. Nesse sentido, homens e mulheres de todos os lugares do mundo, integralmente criados por Deus à sua imagem, necessitam receber a totalidade do evangelho, bem como compreender e viver a obra redentora de Cristo em sua plenitude, uma vez que todos nos desviamos à um pecado que abarca, com consequências temporais e eternas, o nosso ser por completo. Por isso, na missão não há povos, culturas, lugares ou nacionalidades que devam ser consideradas de forma prioritária: o campo missionário da igreja é a humanidade toda!

Nosso desejo com este breve resumo acerca da missão é inspirar-nos a todos, como povo de Deus em missão neste mundo, a não respirar “missões” somente um mês ao ano. Que este agosto seja apenas o início para que toda a nossa vida e empenho sejam consagrados ao serviço missionário entre todos os seres humanos, pois somos um povo missionário porque temos um Deus missionário!

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Um Novo Pastor para a Igreja Espanhola


No último sábado, dia 29 de julho, estivemos em Sevilla, juntamente com uma comissão do Sínodo Nacional da Igreja Evangélica Presbiteriana da Espanha, para a ordenação do Alejandro Rodríguez Gordillo, membro da nossa igreja de Sevilla que conclui seus estudos teológicos e teve seu exame para a ordenação aprovado pelo Sínodo. Foi um culto muito abençoado e emotivo por se tratar do nosso terceiro pastor espanhol, e devido a que um dos principais objetivos da obra missionária e estabelecer e fortalecer uma liderança nacional. Oremos pelo Alejandro e seu ministério! Na foto o momento da oração de consagração do novo pastor.

terça-feira, 4 de julho de 2017

ENCONTRO DOS MISSIONÁRIOS 2017


Nos dias 19 a 23 de junho realizamos mais um encontro com todos os nossos missionários que trabalham na Europa, desta vez em Málaga (Espanha) com o objetivo de aumentar a comunhão entre todos, de estudar um pouco mais a palavra de Deus, de orar juntos, de conhecer melhor os trabalhos dos colegas e de recarregar as baterias para os próximos desafios que temos adiante!


A comunhão entre todos foi um dos elementos fortes do nosso encontro, com muita oportunidade para compartilhar sobre as nossas vidas e ministérios, e para crescer em amizade e companheirismo.


Nossas manhãs começavam com um momento de louvor e devocional, com uma serie de meditações em Lucas 10 pelo Rev. Gabriel Neubarth que muito nos edificou e desafiou.


Após as devocionais tivemos palestras de edificação bíblica sobre o tema geral "O Missionário e seus Relacionamentos". A primeira palestra a cargo do Rev. Marcos Azevedo foi sobre "O relacionamento do missionário com Deus", a segunda dada pelo Rev. Carlos del Pino tratou sobre "O relacionamento do missionário com sua equipe", e a terceira apresentada pela Rosa del Pino foi sobre "O relacionamento do missionário com sua família".


Também não faltou tempo para que todos pudéssemos orar uns com os outros, intercedendo pela vida, pela família e pelo ministério uns dos outros, agradecendo a Deus por sua imensa fidelidade e por suas constantes bênçãos.


Após as palestras e o tempo de oração, sempre nos reuníamos em pequenos grupos para compartilhar e discutir o tema apresentado pelo preletores, como uma forma de interação e crescimento.


Cada manhâ também separamos um momento para conhecer melhor o trabalho dos demais colegas em outros lugares da Europa e, assim, poder orar de forma específica por seu ministério, desafios e dificuldades.


A convite nosso esteve presente o Rev. Attila Szasz, presidente do Sínodo Geral da Igreja Presbiteriana Reformada da Europa Central, compartilhando um pouco acerca da sua igreja e seus desafios, sendo uma oportunidade para estreitar os laços de comunhão com irmãos e igrejas europeias.


Tivemos também a presença de representantes oficiais da nossa APMT que acompanharam todo o encontro dos missionários e nos trouxeram informações atualizadas da agências e da Igreja Presbiteriana do Brasil.

Não podemos deixar de agradecer de todo o nosso coração o apoio financeiro que recebemos da APMT e de vários irmãos e igrejas do Brasil, sem o qual não teria sido possível a realização do nosso Encontro dos Missionários!!

Alguns depoimentos dos missionários que participaram:

"Muito bom vivermos os momentos de suma importância em Málaga e conhecer um pouco mais de cada um de vocês" (Rev. Alan Moreira)

"Queridos, como todos os encontros que fomos até hoje, foi muito proveitoso o tempo que podemos estar juntos" (Rev. Ronaldo André)

"Obrigada pessoal e toda a equipe que preparou. Foi maravilhoso" (Fabiana Braun)

"Agradecemos a bênção que recebemos nesta semana de estarmos juntos" (Leiliane Dias)

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Visita aos Missionários em Tirana


Em Tirana, capital da Albânia, estivemos reunidos com todos os nossos missionários pessoalmente e como grupo, com fins de acompanhar pastoralmente suas vidas, família e a equipe, em momentos de compartilhamento e oração.

Visita Pastoral aos Missionários da Italia


Acompanhando os representantes da APMT passamos por Legnano para visitar os nossos missionários, atendê-los pastoralmente, orar com eles, estar com os irmãos da igreja e reunir-nos com sua liderança para tratarmos de temas relacionados com a vida e a obra da igreja. Na foto os irmãos da igreja após o culto do domingo

Visita aos Obreiros de Portugal


Estivemos em Lisboa acompanhando a alguns representantes da APMT em uma visita pastoral aos nossos missionários nessa cidade; tivemos vários encontros, conversas, aconselhamentos e oração, bem como nos reunimos com a liderança da Igreja Cristã Presbiteriana de Portugal. Na ocasião visitamos também os nossos irmãos do Instituto Bíblico Português com quem temos uma parceria de trabalho missionário voltada para a formação de novos obreiros e pastores portugueses. Fotos: com os missionários e com a liderança do IBP.

Capacitação Teológica Continuada


Estamos iniciando um novo programa aqui na Base Europa, para oferecer algumas oportunidades de capacitação teológica e missiológicas aos nossos colegas missionários que já estão há vários anos no campo missionário. Cada missionário ganhou um livro do Seminário Presbiteriano do Rio de Janeiro com o qual iniciaremos nosso programa de estudos. Agradecemos a Deus pela vida do Seminário e do Rev. Romer Cardoso, seu diretor. Oremos para que todos possamos ser edificados por meio desse programa. Na foto a entrega dos primeiros livros aos colegas de Madrid.